quinta-feira, 2 de maio de 2013

FIM DE TARDE

(Amanda Cristina)



O teu corpo é o que há de mais belo! sensível, olho cada parte desta beleza profana, no desejo de que um dia seja  meu. Não consigo tocar-te, pois, és a perfeição! Em pleno pôr do sol, tua pele dourada acaricia o meu ser e na angústia de jamais conseguir ter você, desespero-me... não ter o teu prazer, é como não saber o que é estar em êxtase. Sim, você e a razão de meus devaneios e por mais que tente esquecer da tua sedução, percebo que só conseguiria se você jamais existisse, mas isso é impossível... a tua presença cravou  neste mundo a alegria do amor e o sofrimento da dor. O meu único desejo hoje é poder ter a certeza de que sem você não sou ninguém e assim, saber que sem mim, nada és. Possua o meu corpo, quero amar, ser feliz em teus braços, gritar a liberdade de sermos um só e neste pôr do sol, contemplarmos a vida, estando um no outro e nada mais, sendo assim, caminhando para esta almejada liberdade que intensifica e evidencia o ardor de nossa paixão e serenidade...

3 comentários:

  1. Uauuuu, mais uma obra de arte em palavras, que lindo amiga, adorei! ^^

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, meu mais fiel seguidor e amigo!!! =) =) =)

    ResponderExcluir
  3. MUITO SENSÍVEL E LINDO.

    ResponderExcluir